A  Jornada Acadêmica Integrada da Universidade Federal de Santa Maria ocorre anualmente com o propósito de estimular os acadêmicos para a pesquisa científica e divulgar os resultados dos seus trabalhos, nesse ano o evento está em sua 31ª edição e será realizado do dia 17 ao dia 21 de outubro.
As apresentações orais dos trabalhos acontecem na quarta-feira dia 19 de outubro, a partir das 15 horas no campus da Universidade, no prédio da Nova Biblioteca do Centro de Ciências Sociais e Humanas, ao lado do prédio 74C.
Os integrantes do Centro de Estudos e Pesquisas em Direito e Internet (CEPEDI), orientados pelos professores, Prof. Dr. Rafael Santos de Oliveira e  Profª. Drª. Nina Disconzi,  apresentarão os seguintes trabalhos:

Os Movimentos Sociais no Ciberespaço: A utilização das TIC para a Democratização da Comunicação, por Bruno Mello Correa de Barros.

Direito à privacidade na sociedade em rede: impactos da tecnologia blockchain, por Alexandre De Moura Bonini Ferrer, Isadora Scherer Simões, Richard Da Silveira Maicá, Thaís Bordin Anelli e Everton Ricardo De Oliveira Campos.

A participação do cibercidadão nos rumos político-sociais do país por meio das petições online, por Letícia Rezer dos Santos e Gabriela Rousani Pinto.

A influência dos movimentos feministas no ciberespaço para a criação e promulgação da Lei do Feminicídio no Brasil, por Dábine Caroene Capitanio e Marcela Pulino.

A internet como ferramenta de difusão de ideias e de grandes mobilizações sociais: o caso da campanha ni una menos, por Marcela Pulino, Maiara Hennicka, Renata Leite da Silva Cruz e Rodrigo Job Magalhães.

 Ciberativismo e a utilização de petições online como ferramenta de pressão popular: análise do caso foie gras em São Paulo, por  Thaís Crivellaro Lopes,  Waleska Mendes Cardoso e Pricila Dalmolin Tomasi.

O ciberativismo e as novas tecnologias de informação e comunicação: as possibilidades do uso da internet para as defesa e efetivação de direitos dos animais, por Gabriela Rousani Pinto.

Ciberativismo ambiental: o uso da internet pelo greenpeace para a efetivação da campanha do desmatamento zero, por Gabriela Rousani pinto e Yngrid Algarve Vizzotto.

A questão do bem-estar animal: a internet como ferramenta para a proibição de carroças nas cidades, por Kamila Godinho Finamor.

A liberdade de expressão além dos limites: o discurso de ódio nas redes sociais e suas violações aos direitos fundamentais, por Andyara Ludovico de Freitas.

Direitos fundamentais sob o prisma do ativismo digital: o acesso à informação enquanto agente de efetivação da democracia, por Rodrigo Job Magalhães, Renata Leite da Silva Cruz, Marcela Pulino e Maiara Hennicka.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s